Ordenação Presbiteral de Frei Juciney Medeiros Mendonça TOR é neste sábado

Depois de uma intensa preparação, o diácono amazonense Frei Juciney Medeiros Mendonça TOR será ordenado sacerdote neste sábado (20), às 19h, na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazaré e São José, em Nova Olinda do Norte. A cerimônia de ordenação será presidida por Dom José Vieira de Lima, bispo emérito da diocese de São Luiz de Cárceres.

Nascido em 1986, na cidade de Nova Olinda do Norte, Frei Juciney ingressou no seminário da TOR no convento Nossa Senhora do Loreto, em Manaus, no ano de 2006. À época, ele escolheu como lema de ordenação uma passagem de Mateus que diz: “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos”. Já ordenado, a primeira missa a ser presidida por Frei Juciney será no dia seguinte (21), às 9h, na própria igreja Matriz

Ordenação na Igreja

Durante toda a sua história, a Igreja Católica no mundo todo se serviu do ministério ordenado. Homens chamados por Deus, para que, a exemplo dos apóstolos, pudessem estar com Jesus e serem enviados a pregar o Evangelho (cf. Mc 2,14). Ao surgimento de novos desafios dentro das primeiras comunidades, foram sendo agregados novos ministérios dentro do grupo dos discípulos de Jesus. .

Os apóstolos elegeram, portanto, “sete homens de boa reputação, repletos do Espírito e de sabedoria” (At 6,3) a fim de exercer o serviço (do grego Diakonía) da mesa e da Palavra de Deus, surge ai o ministério do Diaconato, para o exercício da caridade, da pregação da Palavra.

Surge, também nas primeiras comunidades, o serviço dos presbíteros, ao qual a carta de São Thiago nos atesta sua missão na comunidade de fé: “Alguém dentre vós está doente? Mande chamar os presbíteros da Igreja para que orem sobre ele, ungindo-o com o óleo em nome do Senhor”. (Tg 5,14). Deste modo, a Igreja foi constituindo os ministérios ordenados pelos apóstolos, e assim, permanecem nos dias atuais esses três ministérios, ou três graus da ordem ministerial: os bispos, que constituem a sucessão apostólica, na fidelidade ao Evangelho e na celebração dos sacramentos; os presbíteros, que, em comunhão com o bispo, celebram os sacramentos em nome de Cristo e da Igreja; e os diáconos para o exercício da caridade e da Palavra, bem como a celebração de alguns sacramentos (batismo e matrimônio). Ressaltando que, tanto os bispos, como os presbíteros carregam a marca do diaconato (serviço), pois toda a missão da Igreja tem por finalidade servir ao povo de Deus e conduzi-los ao Reino dos céus.

Por Marcos Vinicius

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *