Quarta-feira de Cinzas: início do Tempo Quaresmal

Estamos vivendo um tempo de graças para a igreja, para o povo de Deus, estamos vivendo um tempo novo, o Tempo Quaresmal. Durante esses 40 dias seremos acompanhados pelos nossos santos e santas, pelos padroeiros das nossas comunidades. Não estaremos sozinhos, estaremos muito bem acompanhados. Devemos pedir que eles nos ajudem a olharmos para o tripé – jejum, caridade e oração – e nos ajudem a viver esse Tempo Quaresmal apoiados nele.

Jesus nos diz que as dificuldades da vida são vencidas com jejum. Devemos ter a consciência também de que estamos vivendo um tempo apropriado para abrirmos o coração e voltarmos, de maneira especial, nossos olhos e nossa atenção para aqueles que necessitam da nossa força, da nossa ajuda. Devemos praticar a caridade e uma forma de fazê-lo é dar aquilo do que nos abstermos para aqueles que menos tem, fazendo disso um gesto de caridade, de doação.

O terceiro compromisso do tripé deve ser a oração. Esse é um tempo forte, de intensificar nossas orações, de acolhermos mais a Palavra de Deus, que é fonte de toda a vida. Precisamos nos fortalecer para esperar a festa da ressurreição. Ao longo desse tempo também, a igreja nos apresenta a Campanha da Fraternidade e que vai nos acompanhar ao longo desse tempo.

“Fraternidade e vida: dom e compromisso”

A Campanha da Fraternidade nos convida a fazermos esse exercício: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”. A palavra-chave da Campanha da Fraternidade 2020 é o cuidado. O cuidado que devemos ter um com o outro, com nós mesmos, com aqueles que amamos, com aqueles que não amamos tanto assim e para com toda a criação de Deus.

Que possamos nos empenhar, buscar e viver um bom Tempo Quaresmal. É isso que Deus deseja de cada um de nós.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *