Sant’Ana ajudai-nos a viver a solidariedade e o amor

Nessa quinta-feira, 26, fiéis católicos se reuniram para sair em procissão em comemoração pelo dia de Sant’Ana e São Joaquim. A concentração, como já acontece há 10 anos ocorreu em frente à igreja da comunidade Sant’Ana, localizada na rua Humberto de Campos, 190, São Jorge.

Antes do início da procissão, um grupo de fiéis rezou duas dezenas do terço pedindo pela paz em nossa cidade e refletindo o tema dos festejos deste ano, que é: “Sant’Ana ajudai-nos a viver a solidariedade, a justiça, a paz e o amor com os mais necessitados”.

Durante a caminhada foi possível ver a fé das pessoas da comunidade, tanto daquelas que participavam da procissão, quanto daquelas que prepararam altares e ornamentos em frente as suas residências

A procissão passou pelas ruas Humberto de Campos, travessa Humberto de Campos, rua Jota Vasconcelos e Raimundo de Morais, de onde retornou para a igreja de Sant’Ana, onde a Santa Missa foi celebrada pelo frei Agostinho-TOR.

Durante a celebração, dedicada aos avós de Jesus Cristo, frei Agostinho falou em sua homilia que o tema do tríduo foi escolhido pela comunidade como forma de fazer com que todos entendessem que com solidariedade se tem justiça, que com a justiça se consegue a paz e que tudo isso só é possível por causa do amor que Deus tem por nós.

Após isso, o presidente da celebração dirigindo-se aos avós presentes e disse que “a maior herança que os avós podem deixar para os netos são os valores cristãos” e aos netos/adolescentes presentes disse que “respeitem os mais velhos, mesmo que discordem deles”.

Como forma de homenagear os avós, foi lida uma mensagem de parabenização da comunidade a todos os avós e, depois, todos receberem uma benção especial. Após a celebração, a comunidade preparou um lanche partilhado

Mensagem aos avós

“Hoje Senhor, de um modo especial, quero agradecer-te o dom da vida e o dom de ser neto! Queremos recordar e homenagear os nossos queridos avós, s que estão vivos e os que já faleceram, e a Ti confia-los. Queremos agradecer-te os avós que criaram a sua história, escreveram a sua biografia e imprimiram no coração dos seus descendentes. É esta a verdadeira herança. A verdadeira vida!

Queremos agradecer-te os avós que originaram a nossa família e que nela, e a partir dela, fizeram brotar o amor, ensinaram lições de ternura e de valores que nos servem de manual para o dia a dia… É essa a verdadeira transmissão de valores. A verdadeira escola!

Queremos agradecer-te os avós de Jesus, São Joaquim e Santa Ana, verdadeiros exemplos de humildade, simplicidade e santidade. Modelo de família e da vida a seguir… A família que Deus escolheu.

Queremos agradecer-te todos os queridos avós. A nossa família, aquela que não nos escolheu, mas aquela que Deus no ofereceu!

Obrigado Senhor”.

Por Marcus Vinícius

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *