Às vésperas do Dia de São Jorge, 19 crianças recebem o Santo Batismo

O primeiro sacramento da Igreja Católica é o Batismo, é por meio dele que somos chamados à santidade, a seguir os passos de Jesus sendo luz no mundo e a trilhar um caminho que tenha a Santíssima Trindade como exemplo de vida. Embora a idade ainda não permita que as 19 crianças batizadas neste domingo, 22, na Paróquia São Jorge tenham a dimensão deste momento, seus pais e padrinhos foram convidados a firmar o compromisso de guiá-los nesta caminhada de fé.

A celebração presidida pelo pároco da matriz de São Jorge, frei Agostinho, reuniu pais e padrinhos orgulhosos e emocionados por estarem introduzindo as crianças nos primeiros passos da evangelização cristã. Repleta de simbolismo e ritualidade, a celebração do Batismo teve início com a unção sobre as crianças com o óleo dos catecúmenos, seguida do sinal da cruz sobre elas, apresentação da veste branca em sinal de pureza, da benção com a água benta e do acendimento das velas do batismo.

Durante a celebração, em vários momentos, especialmente após a leitura da Palavra, frei Agostinho falou da importância que a família e os padrinhos têm na caminhada de fé dos batizados. Ressaltou que não se pode contentar apenas com o Batismo ou delegar somente aos formadores das igrejas a missão de orientar e ensinar, fomentar vocações, alimentar a fé e evangelizar os novos cristãos.

“O compromisso que se assume aqui deve ser levado adiante todos os dias em vossos lares com seriedade e responsabilidade. A primeira igreja é a família e por isso deve vir daí o incentivo à prática cristã, aos ensinamentos que Cristo nos deixou. Não se pode contentar com o Batismo, é preciso guiar para os outros sacramentos, mostrar para os filhos e afilhados a beleza da nossa caminhada com Cristo. Pais incentivem as vocações dos vossos filhos, padrinhos guiem seus afilhados a buscarem o Cristo ressuscitado”, falou.

Mãe e madrinha

Uma das mais emocionadas com o Batismo da filha, Fellice Lima, de seis meses, era Nathaly Carvalho. Batizada na igreja de São Jorge pelo saudoso frei Paulo Pavlik, Nathaly não conteve as lágrimas ao ver a filha receber o sacramento nos braços da madrinha, Celina Carvalho, que também é sua madrinha de Batismo e de Comunhão.

“Me emociono em ver minha filha recebendo esse sacramento tão importante, por estar iniciando a vida dela de igreja e desejo que ela seja muito perseverante no seguimento a Jesus Cristo. No que depender de mim e da nossa madrinha ela será, terá uma caminhada de fé firme. Fui batizada pelo frei Paulo, a minha primeira Eucaristia recebi das mãos do frei Agostinho e vê-lo batizando a minha filha também me deixa muito emocionada”, afirmou.

Madrinha “em dose dupla” na mesma família, Celina abraça com amor, compromisso e muito carinho a missão de ajudar a guiar os passos de seus afilhados no seguimento de Jesus. “A presença dos padrinhos é muito importante, ele deve incentivar, juntamente com os pais, a abraçar a fé, buscar conhecer sempre mais da Santíssima Trindade, de Maria e de todos os exemplos de caminhada cristã que a nossa igreja possui. Sinto-me honrada de ser madrinha da Nathaly e também da Fellice, mãe e filha”, finalizou.

Por Michele Gouvêa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *