Paróquia São Jorge participa de VII Fórum da Pastoral Familiar

A Paróquia São Jorge participou do VII Fórum da Pastoral Familiar, da Arquidiocese de Manaus, que ocorreu neste sábado, 28, sob o tema “Família Cristã: Escola da Ética e da Moral”. O Fórum foi realizado no Centro de Convenções Vasco Vasques, que contou com palestras pela manhã e oficinas a tarde.

O evento teve início com uma breve dinâmica de louvor e desconcentração, seguindo de momentos de espiritualidade com a entrada da imagem da Sagrada Família. A programação da manhã teve início com a palestra de frei Faustino Fernandes TOR. Seu tópico de palestra foi o tema principal do Fórum, “Família Cristã: escola da ética e da moral”, em que ele abordou a família como a principal base da sociedade.

O palestrante fez críticas ao materialismo e citou Rockefeller, que durante a década de 50 teorizou a superpopulação global, onde este fez críticas a natalidade que deve ser regularizada para manutenção dos recursos humanos, porém o controle de nascidos atinge a família cristã, sendo o homem e a mulher o princípio para a subsistência da sociedade e seus valores.

“A família é a primeira escola das virtudes sociais de que a sociedade tem necessidade”. (Declaração sobre a Educação Cristã do Concílio Vaticano II). Também não deixou de comentar sobre a diversidade de famílias que contribuem para o desenvolvimento e valores da sociedade.

A programação da manhã contou ainda com as palestras da psicóloga Selma Regina Medeiros, que abordou o tema “Formar bons cristãos e honestos cidadãos” e com o casal Afrânio Soares Filho e Flávia Soares, que falaram sobre “Criar filhos melhores para o mundo ou o mundo melhor para os filhos?”.

Além de palestras, a programação do VII Fórum da Pastoral Familiar contou com oficinas, teatro e celebração eucarística. Conforme a organização do evento, 400 pessoas que são envolvidas em movimentos, na Pastoral Familiar, que contribuem em suas paróquias e em áreas missionárias para a comunhão e desenvolvimento de famílias participaram do evento.

Por Alessey Padilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *