São Francisco nos ensina e reensina o amor através de seus exemplos

Por Michele Gouvêa

São Francisco de Assis todos os anos ensina e reensina o amor, o desprendimento, a fé, a humildade e a se colocar a serviço do próximo em comunhão com toda a criação de Deus. Esta missão diária que requer desprendimento, perdão, misericórdia e vontade de fazer a vontade do Pai foi, mais uma vez relembrada, durante os festejos em honra ao santo pela Comunidade de São Francisco de Assis, da Paróquia São Jorge. A festividade ao santo teve em sua programação o novenário, a Noite Cultural, o Trânsito de São Francisco, a procissão, a celebração e, por fim o arraial.

Em todos os momentos celebrativos os fiéis se fizeram presentes, buscaram relembrar os momentos de vida de São Francisco e, principalmente, aprender um pouco mais sobre os ensinamentos do santo que rico em bens materiais decidiu abandonar tudo e se dedicar a Cristo e, quando achou que ainda assim isso não era o suficiente, se desprendeu ainda mais de si para viver em função do próximo.

Reconhecido por ser o santo protetor dos animais e da ecologia, Francisco tem esse aspecto de sua vocação colocado ainda mais em evidência por tudo o que se vê no mundo atualmente, com desastres naturais, destruição da natureza, degradação ambiental e tantos outros males que destroem os biomas brasileiros e que colocam em risco a sobrevivência da humanidade.

Por esta razão, durante a celebração do Trânsito de São Francisco, jovens da comunidade entraram na igreja com objetos que relembravam os quatro elementos (água, terra, fogo e ar) e um deles entrou “vestido” de negro para simbolizar o que o egoísmo e tantos outros pecados causam à natureza e aos homens. Durante a homilia, o celebrante, frei Faustino, lembrou que esses males causam doenças físicas, emocionais e que se não houver vigilância e oração perde-se a fé e a certeza de que Deus caminha conosco.

Defensor dos animais

Santo defensor dos animais, São Francisco teve mais uma vez esse seu carisma relembrado durante as comemorações pelo seu dia. A bênção dos animais, que há 37 anos acontece na comunidade, neste ano levou dezenas de animais e seus donos a participarem da celebração que afirma que eles também são criação de Deus e que merecem ser cuidados, amados e protegidos tanto por seus donos como por nosso Pai que está nos céus.

Conforme frei Faustino, a bênção dos animais é inspirada na música “Cântico das Criaturas”, que São Francisco fez e que cuja letra se refere aos animais como irmãos e irmãs da humanidade. Todos os anos um bom número de fiéis participa desta celebração que reúne cães, gatos, aves e espécies não muito comuns de se ter como animais domésticos, tais como porco da índia e jabuti.

Os donos dos animais não raramente fazem promessas pela vida e saúde de seus bichinhos e um desses casos foi o da cadela Dóris, que teve uma doença séria que quase lhe leva à morte. Diante da situação a dona de Dóris, Clara Karoline prometeu a São Francisco que se ela sobrevivesse, no dia da festa do padroeiro deste ano ela alimentaria com, cerca de 15 marmitas, animais de rua.

“Os veterinários disseram que a Dóris não tinha mais jeito e que ela iria morrer, mas eu fiz essa promessa a São Francisco e ela sobreviveu. Hoje a Dóris veio pagar a promessa comigo e trajada com as vestes de São Francisco”, disse Clara.

Procissão, missa e arraial

Durante todo o decorrer do dia a igreja de São Francisco ficou de portas abertas à espera dos fiéis que vinham e iam render homenagens ao padroeiro da comunidade. Às 18h teve início a procissão que foi acompanhada pelos fiéis que rezaram o terço mariano e que percorreu algumas das principais ruas próximas a igreja. Após a procissão, os fiéis voltaram à igreja e acompanharam a celebração que relembrou a importância dos ensinamentos do santo para a humanidade, seus valores, modo de ver a vida e, sobretudo, amor a Deus e ao Seu projeto de vida cristã.

Após a celebração, os fiéis foram convidados a participar do tradicional arraial da comunidade, que teve venda de guloseimas, bebidas, bingo e leilão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *