Paróquia São Jorge celebra Santa Clara de Assis

Neste dia 11 de agosto, a Igreja Católica celebra a vida e a história de fé, coragem e dedicação ao projeto de Deus de Santa Clara de Assis. Na Paróquia São Jorge, os festejos em honra à Santa Clara estão ocorrendo na comunidade que leva o nome da santa, localizada no Beco Rio Negro, s/n, Vila da Prata. Neste sábado, Dia de Santa Clara de Assis, haverá procissão às 18h30, seguida de Santa Missa. Todos são convidados a participar de mais este momento de fé e devoção à santa que, assim como São Francisco de Assis abriu mão de todos seus bens materiais para viver a mais pura entrega e simplicidade ao amor de Deus.

O “Assis” que acompanha o nome de santa Clara vem de São Francisco de Assis, pois assim como ele, ela marcou uma época e trouxe para a Igreja Católica mais uma linda história de amor, devoção e fé. Santa Clara nasceu no ano de 1194 em Assis, na Itália. Aos 18 anos, em um Domingo de Ramos, ela fugiu da casa dos pais rumo a capela de Porciúncula, onde ali foi recebida por São Francisco de Assis e seus discípulos. Naquela noite, a vida de Santa Clara começara a mudar. Foi ali, que São Francisco cortou seus lindos cabelos loiros – o ato era considerado um voto de pobreza e, de certa forma, uma exigência para a entrada na vida religiosa – e deu-se o início de sua união e entrega total a Jesus Cristo.

Depois disso, ela seguiu para o mosteiro das Beneditinas de Sant’Angelo di Ponzo, onde tempos depois recebeu sua irmã mais nova, Catarina, que também quis seguir a vida monástica. Ali Catarina passou a ser chamada de Santa Inês. O pai das duas, revoltado, enviou um tio chamado Monaldo para resgatar as filhas, vivas ou mortas. Monaldo conseguiu alcançar Santa Inês, que sofreu agressões e foi arrastada pelo tio montanha abaixo.

Nesse momento, ela chamou pela irmã Clara, que começou a rezar impiedosamente pela irmã e um milagre se instaurou: Santa Inês ficou tão pesada que tornou impossível de ser arrastada. Monaldo ainda tentou agredi-la com um golpe, mas sua mão se contraiu e sem saber como agir, desistiu da missão de levar Santa Inês de volta e fugiu.

Consagração de Santa Clara

Em 1198, ocorreu uma invasão mulçumana à Assis e em meio a muita pobreza e necessidades aconteceu um fato que consagrou Santa Clara para sempre na história da Igreja Católica. Os mulçumanos tentaram invadir o convento e Santa Clara, mesmo acamada e doente, fez questão de ir até o portão de entrada. Ali, em lágrimas, ela conseguiu pegar o ostensório com o Santíssimo Sacramento e proferir as seguintes palavras: “Senhor, guardai Vós estas vossas servas, porque eu não as posso guardar”.

Ouviu-se então uma voz de maravilhosa suavidade dizendo: “Eu te defenderei para sempre”.

Imediatamente os mulçumanos foram tomadas por um medo descomunal e fugiram, deixando o convento intacto e a salvo.

Padroeira da Comunicação e da Televisão

Santa Clara faleceu no dia 11 de agosto de 1253, porém um ano antes vivenciou um episódio que a consagraria mais tarde como a Padroeira da Comunicação e da Televisão. Já muito doente e sem condições de se locomover, Santa Clara insiste em ir à uma missa na Igreja de São Francisco de Assis. Sabendo da impossibilidade, caiu em oração e teve o seu desejo atendido.

A missa começou a ser “transmitida” em seu quarto, no convento, como se fosse uma projeção. O fato foi realmente confirmado quando Santa Clara relatou em detalhes partes da missa e do sermão que, posteriormente, foi confirmada pelos presentes na celebração. Tal fato então veio a consagrá-la com esse título, que foi oficializado pelo Papa Pio XII em 1958.

Oração à Santa Clara

Ó querida Santa Clara, que respondeste generosamente ao chamado do Senhor, entregando-te a uma vida de humildade e pobreza, ajuda-me, pela tua intercessão, a descobrir qual é o plano de Deus para a minha existência, alcança-me a coragem de dizer um sim generoso como o teu, como o de Maria, e a fidelidade em concretizá-lo todos os dias até o fim. Amém!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *