Fiéis de São Jorge festejam o Sagrado Coração de Jesus

Por Hedre José

Na última sexta-feira (23) a igreja católica comemorou o dia do Sagrado Coração de Jesus, uma data muito especial para todos que creem no Salvador.

Na Paróquia São Jorge, as comemorações começaram com uma procissão, que teve participação de fiéis, do movimento Apostolado da Oração e demais pastorais. Eles percorreram os arredores da igreja matriz de São Jorge. O andor com a imagem do Sagrado Coração de Jesus  foi carregado, por todo o percurso, por membros do grupo Cirineu. No retorno para a igreja, a procissão foi recepcionada com muita festa.

As leituras foram feitas por membros do Apostolado da Oração da comunidade de São Jorge, e representantes do movimento apostolado das outras comunidades da Paróquia. Em sua homilia frei Agostinho Odorizzi enfatizou a participação e o trabalho do movimento na igreja, chamando atenção para a proximidade que precisa existir dos mais jovens com as senhoras. Ele também fez referência da morte de Jesus na cruz com os Sacramentos da igreja católica “Dizem os estudiosos da igreja que no momento em que a lança atravessou o peito de Jesus e jorrou água, nasceram os sacramentos. Nada deve ser feito sem a presença de Deus em nossa vida” afirmou.

Na celebração, além das homenagens ao Sagrado Coração de Jesus, também foi comemorado os 60 anos do movimento apostolado na comunidade de São Jorge. Dona Ivanilde da Silva, 81 anos, é a atual presidente das apostoladas. Ela começou a atuar em 1962, no mesmo ano que chegou no bairro. “Para mim e para quem crê, o dia do Sagrado Coração de Jesus, é uma festa muito bonita, uma solenidade muito significativa”.

Entrega das Fitas Vermelhas

Após a comunhão, cinco participantes receberam a fita vermelha do movimento. A fita simboliza a entrega ao Apostolado da Oração. A cor vermelha lembra o amor do Sagrado Coração de Jesus.

A professora Jenifer da Silva, 25, participa do movimento desde novembro de 2016 em São Jorge, mas antes disso, aos 15 anos, já acompanhava as senhoras sem muito envolvimento. Ela tinha uma caminhada salesiana, mas foi na comunidade que sentiu o chamado para participar ativamente.

Jenifer expressa seu ponto de vista a respeito do jovem em relação ao movimento do apostolado da oração “O jovem tem vergonha de se envolver ainda cedo com esse compromisso. Tenho a esperança que a juventude tenha mais intimidade com o Sagrado. Receber a fita vermelha significa minha afirmação, a escolha na caminhada cristã em quanto jovem”, diz.

Mais homenagens

Após a entrega das fitas vermelhas foi a vez do Apostolado da Oração homenagear o Frei Agostinho Odorizzi com uma camisa e uma placa, que foi entregue pelas mãos das coordenadoras do apostolado de São Dimas, São Jorge e São Francisco.

A festa encerrou com uma partilha que aconteceu num salão atrás da Igreja Matriz, que reuniu os fiéis. Foram partilhados salgados, refrigerantes e suco. O bolo foi confeccionado com a imagem do Sagrado Coração de Jesus, obedecendo as cores vermelha e branca.

O Movimento Apostolado da Oração comemorará também, no mês de junho, 150 anos no Brasil, tendo como fundador e propagador o Pe. Bartolomeu Taddei.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *